Vendendo Seu Carro

Como Vender Um Carro: Fazendo Um Excelente Negócio (Guia Definitivo)

como vender carro usado

Seja para mudar por um modelo mais novo, para se desfazer de um bem que não é mais necessário ou outros motivos, a verdade é que em algum momento da vida você terá que saber como vender um carro.

Sabemos que a maneira mais utilizada atualmente para venda de um carro é com a utilização de sites de anúncios online. Entretanto, mesmo com as facilidades relacionadas às plataformas online comuns, se você quer fazer um bom negócio, precisa dedicar muita seriedade e paciência.

A não ser que você utilize a praticidade e segurança oferecida pelo serviço da Carflix, você precisa aprender sobre alguns aspectos importantes que envolvem a venda de um carro.

Uma foto inadequada, descrição errada ou incoerência de informações pode tornar o processo mais longo e trazer dores de cabeça.

Neste artigo vamos esclarecer tudo que você precisa saber antes de vender o seu carro e fazer um excelente negócio. Confira!
(Foto por Pixabay / CC0)

O que você precisa saber antes de vender um carro? Como vender um carro usado.

Os pontos fortes e fracos

Uma das coisas mais importantes que você precisa ter antes de iniciar o processo de venda é clareza sobre os pontos fortes e fracos do seu veículo. Isso vai permitir que você esteja preparado para argumentar sobre as qualidades do seu carro e consequentemente um melhor poder de negociação.

Assim, recomendamos que faça uma lista detalhada de todos estes pontos antes de qualquer coisa.

Lembre de todas as experiências que você já teve com ele e anote o que sempre te agradou ou o que você acha muito útil.

Faça também uma busca na internet e veja o que as pessoas comentam gostar sobre o modelo do seu carro.

Por outro lado, você também deve pensar nos pontos fracos. Se for algo circunstancial, algum pequeno defeito que vinha lhe incomodando ou até mesmo dívidas, busque resolver antes de anunciar o veículo.

Tais particularidades podem desvalorizar o seu carro na hora da venda e gerar dores de cabeça no futuro.

Agora se o ponto negativo for uma questão estrutural do carro, não há muito o que se fazer. Entretanto, ainda assim é bom ter tudo isso em mente para não ser surpreendido na hora da negociação.

A urgência

Você precisa refletir sobre qual é a sua urgência em vender esse veículo. Se não houver urgência, você pode seguir o processo de forma mais tranquila e com um preço maior. Se houver necessidade de venda imediata, existem dois caminhos que você pode utilizar para vender o carro mais rápido.

Primeiro, pratique um valor menor de venda. Assim, você conseguirá atrair mais interessados e a sua chance de venda aumentará. Outra estratégia pode ser você pagar um impulsionamento de anúncio nos sites de classificados. Dessa maneira, ele aparecerá para muito mais pessoas e você terá uma maior margem de negociação.

Como funciona o processo de transferência de um veículo

Muitas pessoas acabam sendo enganadas nas vendas porque não conhecem bem como funciona o processo de transferência. Desse modo, podem acabar sendo persuadidas a entregar o recibo em branco, ou perdem o prazo para comunicar a venda no Detran.

Para se informar melhor sobre todos os detalhes de como realizar a transferência de um carro, acesse este post do nosso blog.

A diferença entre CRLV e CRV

Se você já tem um carro certamente já conhece essas duas categorias de documentos, porém, talvez ainda fique confuso na hora de explicar cada um deles. Sendo assim, verifique agora a diferença entre um e outro:

CRLV

A sua sigla significa “Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos”. É justamente esse documento que autoriza a circulação do veículo. É o famoso “documento do veículo”. Ele é essencial para que o seu carro esteja legalizado para rodar e só é liberado com a quitação de taxas e tributos pendentes.

CRV

Esse documento é emitido no ato do primeiro emplacamento do veículo. Sua sigla significa “Certificado de Registro de Veículos”, mas também pode ser chamado de D.U.T, ou seja, “Documento Único de Transferência”.

Nele contém todas as características do carro, por isso qualquer alteração significativa deve ser comunicada ao Detran e alterada no CRV. Esse também é o documento utilizado para passar a propriedade do seu veículo para outra pessoa. Tome bastante cuidado para não perdê-lo, pois, nesse caso, será necessário tirar uma segunda via paga.

O valor de mercado

Outro ponto muito importante de se ter em mente, antes de vender é o quanto vale o seu carro. Para isso, você precisará avaliar o seu carro. Confira abaixo quais as formas de você fazer isso.

Como avaliar o seu carro usado?

como vender avaliar carro usado(Foto por Samuel Foster / CC0)

Não há nenhum grande segredo na hora de você entender o valor de mercado do seu carro. Entretanto, para precificar um carro em específico, é preciso ter em mente que isso não é uma conta exata, ela depende de diversos fatores relacionados ao estado do carro.

Para determinar o preço inicial de mercado do seu carro você pode consultar a tabela Fipe e também fazer um levantamento online dos anúncios de carros semelhantes ao seu.

A tabela normalmente indica um preço que não é a realidade de mercado, por isso, dificilmente pagarão o preço integral indicado nela.

Existem outros fatores que irão influenciar nessa conta. O principal será conservação do seu veículo. Se você for uma pessoa cuidadosa com o carro e ele ainda estiver praticamente como novo, isso é algo a se considerar no preço.

Existem defeitos no carro que você não deseja consertar antes da venda? Basta informá-los para o comprador na negociação mas saiba que isso também influenciará no preço. Seja sempre honesto para evitar futuras dores de cabeça.

Por fim, é sempre importante fixar o preço um pouco acima do que você deseja vender. Cerca de 5% a 10% de margem. Assim, no processo de negociação, se o preço cair um pouco (o que é normal), você ainda poderá fechar um negócio satisfatório.

Qual o melhor lugar para anunciar o meu carro usado?

como vender carro usado melhor lugar(Foto por Agência Brasília – CC BY 2.0)

Às duas melhores opções para você anunciar e negociar o seu carro usado são: através de concessionárias ou de sites de classificados. Ambas têm os seus pontos negativos e positivos. Confira mais detalhes sobre essas duas opções.

Como vender um carro em concessionárias

Realizar a venda do seu carro através de uma concessionária é bem mais simples e rápido do que vender diretamente a um comprador.

Como ela é uma empresa especializada nesse tipo de transação e com capital disponível, a concessionária pode comprar o seu carro e deixá-lo à venda em seu pátio.

As garantias nesse tipo de venda são muito maiores, sendo essa uma transação considerada segura.

Entretanto, a desvantagem é que você venderá a um preço muito mais baixo, cerca de até 30% em relação ao negociado com o comprador particular. Se você não quiser ter muito trabalho e estiver o.k. com esse desconto no preço, essa pode ser uma opção.

Como vender um carro em sites comuns de classificados

Como já dito, um dos meios mais utilizados hoje em dia para a venda de automóveis é a internet. Através de sites de classificados você pode fazer o seu anúncio gratuitamente e conseguir um alcance muito grande recebendo propostas de várias pessoas.

A desvantagem destes canais é que é necessário ter tempo para gerenciar seus anúncios e ainda é um processo com riscos envolvidos. Você que vai ter que negociar com os interessados, encontrá-los e liderar todo o processo.

Como você provavelmente não conhecerá o comprador, as chances de você levar um golpe são maiores. Por isso, é muito importante ter um cuidado redobrado, seguindo todas as orientações que daremos abaixo.

Carflix: Como vender um carro com 100% de segurança e praticidade

A Carflix é uma plataforma facilitadora de todo o processo de venda do seu carro e sem dúvidas o melhor marketplace de carros usados e seminovos.

Diferente dos sites de classificados, onde cada vendedor posta o seu próprio anúncio, na Carflix, todos os carros passam por uma vistoria criteriosa antes de subir para a lista do site.

O anúncio de seu carro é feito pela própria Carflix que cuida de todos os detalhes como fotos, descrições, detalhamentos de venda e cadastros.

Feito isso, você já começa a receber propostas e negociar valores direto pela plataforma. Quando fechar a venda, basta deixar o carro em um centro automotivo da Porto Seguro, parceiro da Carflix, que o tudo será acertado pela própria diretamente com o comprador.

O melhor de tudo é que a Carflix também cuida de toda a burocracia e pagamento. Na prática você só precisa esperar cair o dinheiro na sua conta.

Passo a passo de como vender um carro usado com segurança e fazer um bom negócio

como vender carro passo a passo(Foto por Rudolf Stricker / CC0)

Como vender um carro: Anúncio

Na hora de anunciar o seu carro é muito importante você ser claro em relação ao detalhamento do seu veículo. Baseado em sua pesquisa inicial sobre pontos fortes do veículo, siga com o cadastro das informações

Descreva bem o seu carro, mas seja objetivo. Ninguém quer ler toda aquela sua história com o seu veículo.

Acrescente principalmente os pontos fortes do seu veículo, o motivo da sua venda e informe as condições de negociação: se aceita troca, se o pagamento é somente a vista e por aí vai.

Se houver reparos a serem feitos, deixe bem claro na descrição também. Pois, se eles forem encontrados no momento da negociação, além do constrangimento, você perderá seu poder de negociação. Sem contar na dor de cabeça que poderia haver no futuro. Sendo assim, ser honesto SEMPRE compensa.

Não esqueça também de fazer belas fotos do seu veículo, tanto do exterior quanto do interior. Isso ajuda a aumentar o interesse dos compradores, deixando o anúncio mais atrativo.

Como vender um carro: Demonstração do carro

O seu anúncio chamou atenção e atraiu algum interessado? O próximo passo é marcar com essa pessoa para que ela possa ver e avaliar o carro.

Escolha um local público de preferência, como um estacionamento de um shopping e marque o encontro.

Não sem antes dar aquela geral no carro. Limpe bem o carro e encere se possível. Se você não tiver tempo ou habilidade para fazer isso, leve em um lava-jato. A primeira impressão que o comprador terá do seu carro conta bastante.

Faça uma pequena revisão mecânica também. Verifique se o carro não está com ruídos estranhos e se é necessário a troca de óleo ou calibragem dos pneus. Se for preciso algum reparo de baixo custo, considere fazê-lo.

Como vender um carro: Negociação

Se a pessoa, depois de analisar o carro, realmente gostar do que viu, ela provavelmente negociará o valor inicial. Deixe que a negociação seja feita com naturalidade, mas só reduza o preço com base em alguma justificativa.

É bem provável que logo de início a pessoa já pergunte se dá para baixar mais o preço ou “qual é o seu melhor preço?”, sem dar nenhuma justificativa para isso.

Se você já se demonstrar favorável a fazer isso, o comprador vai desconfiar que o preço estava muito inflacionado ou que ainda pode conseguir baixar mais. Não seja totalmente rígido em abaixar o preço de acordo com seu planejamento, mas não demonstre estar tão disposto a isso.

Outro ponto importante é você estabelecer um limite máximo para quanto esse valor pode cair. Assim, você não perde o controle na hora da negociação.

Como vender um carro: Concretização da venda

Finalize a venda quando você e o comprador chegar em um consenso. Para que isso aconteça de maneira segura, a melhor opção é você dois irem juntos ao banco para que ele realize a transferência do valor e, logo após, seguirem para o cartório para formalizar a venda.

Não aceite comprovante como comprovação de transferência, confirme você mesmo a transação para sua conta ou então dinheiro vivo.

Depois dessa confirmação, preencha o CRV inserindo os dados do comprador, transferindo para ele o carro. Faça isso em um cartório, onde você possa reconhecer a firma das assinaturas e também tirar 2 cópias autenticadas deste documento.

Uma para ficar de prova com você e outra para entregar no Detran. Se possível, também estabeleça um contrato entre vocês dois para formalizar a venda.

Jamais entregue o veículo com o CRV, também chamado de recibo, em branco. Dessa maneira, caso o comprador não realize a transferência do veículo para o nome dele, você continuará respondendo por qualquer contravenção atribuída àquele carro.

Sendo assim, o melhor a se fazer é, após a conclusão da venda, comparecer ao Detran munido com a cópia autenticada do CRV e realizar a comunicação de venda do seu veículo.

Você tem 30 dias contados a partir da assinatura do CRV para fazer isso gratuitamente. Depois desse prazo, caso o comprador não transfira o veículo para o nome dele, você sofrerá uma responsabilização solidária com o comprador por qualquer contravenção.

Por fim, não se esqueça de cancelar a sua apólice de seguro. Assim, você finaliza toda a sua relação com o carro.

Como vender um carro com dívidas?

como vender carro dividas(Foto por Bull-Doser / CC0)

Um carro endividado não é uma opção muito atraente para o comprador. Isso porque, além de ser um valor a mais que ele terá que arcar, esse acúmulo de dívidas também comunica uma certa irresponsabilidade do antigo usuário, o que pode influenciar na confiança entre as partes.

A melhor opção, então, é sempre quitar todas as dívidas, antes de iniciar o processo de venda.

Porém, se isso não for possível, anuncie o seu carro deixando bem claro as pendências que ele tem. É óbvio que isso influenciará no valor de venda que deverá ser mais baixo para que a transação valha a pena para o comprador.

Além disso, a honestidade sempre é o caminho de como vender um carro mais seguro e nunca sai caro.

Conclusão

Como vender um carro é uma tarefa que exige tempo e dedicação. Mas todos estes cuidados serão importantes para fazer uma venda segura.

Primeiro conheça bem o seu carro e esteja ciente de como funciona o processo de venda para você não sofrer um prejuízo. Depois avalie o seu carro tirando uma média entre a tabela Fipe e o mercado.

Com isso tudo em mãos, decida por onde vai querer vender. Se for pelas concessionárias, o processo será mais seguro, mas o seu rendimento será menor.

Já vendendo direto para particular você potencializa os ganhos, mas tem mais trabalho.

Lembre-se sempre: no momento da conclusão da venda é importante deixar tudo formalizado em cartório e fazer o comunicado ao Detran. Assim, você evita muitas dores de cabeça no futuro.

Você conhece a Carflix? Trata-se da forma mais segura de se vender e pelo melhor preço. Confira agora como funciona.

Use todas as dicas contidas neste texto como guia para a sua próxima negociação. Desse modo, certamente você fará um ótimo negócio! Deixe seu comentário abaixo e nos conte também sobre sua experiência.

Você também vai gostar
comprar e vender carro sem sair de casa
Nossas operações de compra e venda sem sair de casa
Como anunciar o seu carro sem pagar nada!